tratamento-maconha

Quando consumida, a maconha pode produzir efeitos irreversíveis para o indivíduo. A cannabis (seu nome científico) é responsável por condições tanto fisiológicas como também psicoativas quando é ativada em nosso organismo.

O indivíduo que consome a droga pode sentir efeitos colaterais fortes e que, com o tempo, só aumentam: mudança na percepção subjetiva, diminuição da pressão sanguínea, estímulo da frequência cardíaca, diminuição do autocontrole e coordenação psicomotora, perda de concentração e memória. O estimulante é alucinógeno e sedativo em muitos casos, motivo pelo qual é ainda mais perigoso.

Maconha tratamento

Por isso, os indivíduos que não conseguem sair desse vício devem procurar o tratamento de maconha, sendo o tratamento da maconha realizado por inúmeras instituições sem fins lucrativos, por organizações governamentais e até mesmo por clínicas especializadas.

O tratamento maconha é importante para que o indivíduo conheça as consequências (principalmente a longo prazo) do uso da droga. O acompanhamento e tratamento para maconha é necessário principalmente porque, muitas vezes, o indivíduo por si só não tem consciência dos efeitos negativos provocados pela droga em sua vida.

Vale destacar que no caso da maconha, os tratamentos são variados e especializados para atender às necessidades específicas de cada dependente químico. Um viciado que também usa outras drogas pode precisar de um tratamento ou de terapias complementares, por exemplo.

Parte do tratamento para viciados de maconha é realizada por meio de terapias focadas nas necessidades tanto físicas, emocionais, espirituais e também mentais do indivíduo. Ele deve ter a consciência de que o vício não é a sua vida, mas pelo contrário: sua vivência é composta também por outras coisas pelas quais se vale a pena deixar o vício.

O indivíduo que passa por um tratamento do maconha deve ser monitorado com frequência, uma vez que facilmente pode cair em fases de recaída.

A demora ou um tratamento involuntário maconha, ou seja, realizado contra a vontade do indivíduo, pode acabar acarretando em consequências ainda piores. Por isso, é fundamental antes de dar início a qualquer tratamento maconha, convencer o viciado de que aquilo é o melhor caminho para a melhora da sua saúde, bem-estar físico e emocional, e, é claro, qualidade de vida para ele e para todas as pessoas envolvidas em sua vida.