(11) 4249-2545 11 94797-6909
Tratamento Cocaína

Tratamento Cocaína

A cocaína se encontra entre as drogas ilícitas mais consumidas mundialmente. Isso porque essa substância possui um custo relativamente baixo e uma grande disponibilidade no mundo das drogas. Assim, o abuso dessa substância se transformou em um grande problema de saúde pública em todo o mundo. A Cocaína é uma droga na forma de pó, extraída das folhas de coca. Foi originalmente desenvolvida para ser um analgésico, mas logo se tornou uma das drogas mais perigosas já conhecidas pelo homem.

À medida​​ ​que​ ​a​ ​cocaína​ ​vai​ ​sendo​ ​utilizada,​ ​o​ ​corpo​ ​tende​ ​a​ ​criar​ ​resistência,​ ​o​ ​que​ ​exige uma​ ​quantidade​ ​cada​ ​vez​ ​maior​ ​de​ ​substância​ ​para​ ​produzir​ ​os​ ​seus​ ​efeitos.

Quando​ ​essa​ ​droga​ ​é​ ​usada​ ​por​ ​muito​ ​tempo​ ​na​ ​vida​ ​do​ ​indivíduo,​ ​ocorre​ ​uma​ ​degradação cada​ ​vez​ ​maior​ ​de​ ​sua​ ​saúde.​ ​Algumas​ ​consequências​ ​possíveis​ ​são​ ​a​ ​danificação​ ​de vasos​ ​sanguíneos​ ​coronários​ ​e​ ​cerebrais,​ ​problemas​ ​de​ ​fígado,​ ​rins​, ​pulmões, infertilidade,​ ​disfunções​ ​sexuais,​ ​alucinações​ ​(táteis​ ​ou​ ​auditivas)​ ​e​ ​doenças​ ​infecciosas.
Além​ ​disso,​ ​quando​ ​a​ ​cocaína​ ​é​ ​inalada,​ ​ela​ ​pode​ ​levar​ ​à​ ​destruição​ ​dos​ ​tecidos​ ​nasais​ ​e​ ​à perfuração​ ​do​ ​septo​ ​nasal.​ ​Já​​ ​se​ ela ​for​ ​injetada,​ ​pode​ ​causar​ ​infecções​ ​e​ ​abscessos. Assim,​ ​o​ ​usuário​ ​dessa​ ​substância​ ​tende​ ​a​ ​ficar​ ​cada​ ​vez​ ​mais​ ​prejudicado​ ​por​​ ela.

E agora, como tratar?

O tratamento da dependência química de cocaína da Clínica de Recuperação SP é realizado por meio de uma abordagem multiprofissional — composta por medidas farmacológicas e psicoterapêuticas —, a partir de uma parceria entre a equipe de profissionais da saúde, os familiares, os amigos e o próprio indivíduo.

O objetivo principal do tratamento é manter o dependente químico abstinente da utilização da droga, a fim de prevenir os problemas sociais e de saúde, consequentes do abuso dessa substância. Como​ ​cada​ ​pessoa​ ​é​ ​única,​ ​o​ ​tratamento​ ​também​ ​deve​ ​ser​ ​personalizado​.​ ​Deve-se​ ​prestar​ ​atenção​ ​nas​ ​características​ ​do​ ​paciente,​ ​sua​ ​personalidade, seu tipo psicológico e sua história e relação com a droga (escutando e compreendendo, por exemplo, os motivos que levaram ao seu uso).

Como a família do dependente de cocaína pode ajudar?

A família pode ajudar complementando dados que o(a) paciente dá ao médico, socorrendo o(a) familiar nos momentos mais difíceis, ajudando-o(a) no cumprimento do contrato terapêutico, lembrando-o(a) de tomar sua medicação (caso use) ou envolvendo-se em grupos de orientação contra as drogas na comunidade. Lembremos que fazer tudo isso não é nada fácil, e por isso os familiares do paciente devem receber apoio da equipe terapêutica.

É importante lembrar que um dependente químico nunca deixa de sê-lo. Portanto, a desintoxicação e o tratamento são apenas uma fase importante do processo de abandono da droga, que dura a vida inteira. É preciso ficar sempre vigilante e longe de hábitos antigos depois de deixar a clínica para que não caia em tentação e perca tudo o que se ganhou no tratamento.